Volta às aulas durante a fase vermelha é um risco para os Servidores

O Sindiservita está constantemente em diálogo com com os Servidores. Sempre ouvimos e fazemos o possível para levar todos os questionamentos, sugestões e reclamações à Administração. Deste modo, comunicamos o fato do Sindicato apresentar ainda hoje (5) ao prefeito o pedido dos Monitores e Auxiliares de Desenvolvimento Infantil (ADIs). A preocupação dos profissionais é com a eminente volta às aulas, mesmo com todo o Estado de São Paulo na fase vermelha do Plano SP de contingência da Covid-19.

Os Monitores e ADIs solicitam a reavaliação do retorno das atividades presenciais seja, uma vez Itapevi novamente entrar na fase vermelha e com 100% dos leitos de UTI ocupados. A decisão da Administração em manter os profissionais em trabalho presencial oferece risco de vida, além de sobrecarregar ainda mais a Rede de Saúde do município.

VACINAÇÃO DOS SERVIDORES DA EDUCAÇÃO

Os trabalhadores também apresentaram ao Sindiservita seus questionamentos sobre qual a finalidade de estarem na Escola somente “cumprindo horário”. O ideal é manter o distanciamento social, evitar o transporte público, meio este que grande parte dos Servidores utilizam para se locomoverem de casa para o trabalho. Além de muitas outras formas de contaminação e propagação do vírus, fora e dentro das escolas. Todos querem retomar suas atividades, porém com segurança!

Acreditamos que se as aulas presenciais seguirem normalmente durante a fase vermelha do Plano São Paulo, os Servidores da Educação precisam ser, urgentemente, vacinados. Principalmente com o retorno das aulas agendado para o dia 15 deste mês. O Sindicato é o representante da categoria e irá questionar o prefeito Igor Sores sobre esta decisão. Todos precisam desta vacina, principalmente os Servidores da Educação!

Um comentário em “Volta às aulas durante a fase vermelha é um risco para os Servidores

  • 5 de março de 2021 em 12:39
    Permalink

    Boa tarde, todos unidas pela vida.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *